Como Usar os Materiais do Curso

Baixe as orientações abaixo no formato PDF

Esse curso tem basicamente 2 passos:

(1) Você compreende coisas novas em inglês e já ganha alguma exposição a esse conteúdo,

(2) Você aumenta sua exposição ao conteúdo que você já compreendeu, proporcionando aquisição da língua.

 

O passo (1) é em geral a aula em áudio + o guia PDF. É aí que eu explico o conteúdo e apresento palavras e expressões novas, e muitas vezes algumas atividades onde você pode tentar responder ou fazer perguntas – mas só se sentir vontade!

Por que eu digo isso? É provável que você se sinta à vontade já no começo para falar nas atividades, e isso é ótimo. Mas a maneira mais eficaz de absorver uma língua não é repetindo para memorizar (uma língua é grande e complicada demais pra isso) mas sim ouvindo e deixando a aquisição acontecer de maneira inconsciente – pense em como foi que você aprendeu português quando era pequeno. Você ouviu as mesmas coisas muitas e muitas vezes, e já compreendia muita coisa quando abriu a boca para falar pela primeira vez.

Tente não ouvir a aula em áudio apenas uma vez (a não ser que realmente seja bem fácil pra você). Ouça quantas vezes forem suficientes para você se sentir super acostumado ao conteúdo.

 

O passo (2) é aumentar a sua exposição, e para isso quase todas as lições tem screencast e áudio para “listening” (listen=ouvir). Depois que você tiver compreendido a aula em áudio, o screencast reforça aquele conteúdo com mais áudio+imagens, e geralmente mais atividades. Em alguns casos, o screencast também apresenta coisa nova. Aqui, é a mesma coisa: o screencast está aí para ser assistido quantas vezes você quiser.

O áudio para listening é uma das peças mais importantes daqui, e vem depois da aula e do screencast. Quando chegar na hora do listening, você já deve compreendê-lo razoavelmente bem.

A minha maior recomendação para o aluno é criar uma rotina de listening. Isto significa ter um player de mp3 que você tenha sempre à mão, carregado com os arquivos de listening das lessons que você já fez, e que você utiliza sempre que tem uns 15 minutos sobrando entre uma atividade e outra, ou durante uma atividade que não precise de sua atenção.

 

COMO UTILIZAR OS ARQUIVOS DE LISTENINGINSTRUÇÕES

Vamos supor que é dia 5 de janeiro, e que você chegou na lesson 3, que tem o primeiro listening. Você coloca o listening 3 no seu player, e ouve todo dia por uns 10 ou 15 minutos.

Na semana seguinte, você faz as lessons 4, 5 e 6. Já é dia 12 de janeiro, e você coloca os listenings das lessons 4, 5 e 6 no player. Seu player agora tem os listenings das lessons 3, 4, 5 e 6. Você agora ouve estes quatro arquivos todo dia.

Agora já é dia 14, e você está fazendo a lesson 7. No dia 16, você faz a lesson 8, e nesse dia mesmo você adiciona os listenings 7 e 8 ao mp3 player.

Daí, vamos dizer que você fica fora uma semana, devido a trabalho ou férias. Você leva seu player de mp3 com você e ouve os listenings 3 a 8 todo dia, várias vezes, até dia 23 de janeiro, quando você retoma as lessons.

Entre os dias 5 e 23, você acumulou em seu player de mp3 os listenings das lessons 3 a 10. E assim vai.

 

SEU OBJETIVO NÃO É “OUVIR ATÉ ENTENDER TUDO”

Se você já compreende bem o listening, isso não significa que “já tá bom e eu não preciso mais ouvir isso”. É aí que você tem que ouvir mesmo. O que leva à produção da fala natural é muita exposição a conteúdo que a gente já compreende: chega uma hora que a gente abre a boca e aquilo sai.

É fácil descartar esse conselho ou se perder na agitação do dia-a-dia, mas ao mesmo tempo esse é um conselho super simples de ser seguido – e não vai demorar muito para você perceber resultados se fizer isso. Se você for carregando os áudios no player e deixá-lo sempre à mão, é uma questão de colocar os fones no ouvido e apertar PLAY quando você tiver uns 10 minutos livres. Faça isso algumas vezes por dia, e depois conte o que acontece!

 

QUANDO TÁ BOM?

Depois de um mês fazendo listening todo dia de vários arquivos, incluindo os das lessons 3 e 4, você percebe que já consegue adivinhar a próxima fala. Você consegue falar um monte de coisa junto comigo, de tão bem que conhece o arquivo.

Esse é um bom momento pra fazer este exercício com o listening que você já está “careca” de saber:

Pegue uma folha de papel e traduza para o português o conteúdo do listening, ou partes do conteúdo. Vá fazer outra coisa, passear, cozinhar, etc. De preferência no dia seguinte, pegue a sua tradução para o português, e passe o texto de volta para o inglês.

Esse exercício é excelente para trazer o inglês à sua mente – e você pode testar o quanto absorveu.

 

ATIVIDADES ORAIS

Os áudios de listening quase sempre apresentam alguma estória ou diálogo seguido de perguntas sobre o que você acabou de ouvir. Essa é uma oportunidade para você falar, mas a principal oportunidade que você tem aqui é testar sua compreensão. Minha recomendação é que você não se preocupe tanto em dar a resposta completa ou “certinha” (a não ser que saia super fácil), mas sim que responda com o que der.

Por exemplo, se dá para responder a pergunta com um sim ou um não, fique nisso no começo. Se a pergunta é “What’s her occupation?” (Qual é a profissão dela?) você pode responder apenas “Teacher” em vez de “She is a teacher”, se for mais fácil. O principal é que você esteja compreendendo o suficiente.

Se você se perder e tiver problemas de compreensão no listening, volte à aula e ao screencast. Não perca tempo com áudio que você não compreende… Esse é o principal motivo da frustração de milhares de alunos por aí que gastam um dinheirão com inglês e sentem que nunca progridem.

 

OUTROS MATERIAIS

E claro: tem também exercícios escritos em várias das lições. Muitas lições acompanham também explicações da gramática que está sendo apresentada. Minha recomendação é que você use essas explicações de gramática só para esclarecer e talvez ter a sensação de que você “está por dentro do que está acontecendo”. O que eu quero dizer é, não se apegue demais às regrinhas nem tente dizer tudo perfeitamente. Algumas coisas, como “quando eu uso a ou an”, são internalizadas com a prática de ouvir.

 

Algumas lições são apenas screencast + áudio para listening. Essas lições não tem aula porque juntam pedaços menores que já foram explicados em uma estória um pouco maior. Elas aumentam sua exposição ao material e se aproximam mais da maneira como a gente fala todo dia (através de estórias maiores, e não frases isoladas).